Site da Soldagem - Uma visão técnico-científica da área da soldagem
English version


A que se destina o site?

O Site da Soldagem é um espaço destinado à democratização dos conhecimentos relacionados a soldagem e áreas afins.
Missão: Estimular permanentemente o desenvolvimento e a discussão dos conhecimentos técnico-científicos como forma de socializar informações consolidadas na área da soldagem.
Visão: Ser um instrumento de socialização e consolidação dos conhecimentos relacionados a soldagem.



Equipe

Gestão do Site
Prof. Sérgio R. Barra
Prof. Sérgio R. Barra, Dr. Eng.

Eventos
Geovana R. Silva
Geovana R. Silva

Jornalismo
Henie L. Lima
Henie L. Lima, Jornalista
henie@sitedasoldagem.com.br



Fale conosco

Caso você tenha alguma dúvida, sugestão, contribuição, crítica e/ou queira saber como participar do site é só nos mandar um e-mail ou deixar um comentário.

Clique na imagem abixo para mandar uma mensagem para o Site da Soldagem ou use o e-mail do Fale Conosco.

Fale Conosco - Site da Soldagem



Evento em destaque

26ª Congresso Brasileiro do Aço & ExpoAço 2015 
Congresso Brasileiro do Aço - Site da Soldagem
Local: São Paulo (SP)
Período: 12 a 14/07/15
O Congresso terá novamente a presença de renomados palestrantes nacionais e internacionais, com o objetivo de promover a análise e o debate de temas de grande relevância para a indústria do aço no Brasil e no mundo. Ao mesmo tempo, a ExpoAço 2015 contará com a participação de empresas produtoras de aço, mineradoras, fornecedoras de equipamentos, serviços e inovações tecnológicas para a cadeia produtiva do aço.
  
Clique aqui para obter outras informações sobre o evento.


Clique aqui para ver a relação completa de eventos para 2015.


Enquete

Considerando a utilização dos processos de soldagem ao arco elétrico, em sua opinião, qual dos itens abaixo é mais prejudicial à saúde do soldador (possibilidade de acidente com afastamento)?
Radiação do arco (radiações ultravioleta - UV e Infravermelha - IF)
Fumos (gases tóxicos gerados na região do arco)
Salpicos (projeção de gotas de metal líquido)
Superfície aquecida (temperatura atingida ao redor da solda)
Nenhum dos itens anteriores



Colunista do mês

Prof. Erwin W. Teichmann - IFSC

Texto (1): Panorama do mercado automobilístico nacional – soldagem de peças e chassis x formação de mão de obra 

As recentes notícias da implantação de novas montadoras no nosso país dão uma noção da importância que o país está assumindo no cenário mundial de produção de veículos. Em adição, outro dado que confirma esta tendência é de que o Brasil, nos últimos 10 anos, passou da décima para a sexta posição no ranking mundial de volume de fabricação de veículos.
Para conhecimento, uma fábrica de veículos envolve investimentos de centenas de milhões de reais, a geração de centenas ou milhares de empregos diretos e um número até dez vezes superior de empregos indiretos. Os grandes fabricantes de veículos são chamados hoje de “montadoras”. Esta denominação provém do foco que está sendo dada, principalmente, ao desenvolvimento do produto e aos aspectos econômicos da fabricação de forma a manter a competitividade.

Clique aqui para ver o restante do editorial e a relação completa dos artigos publicados pelos colunistas.



Depoimentos e observações sobre o Site da Soldagem

"Bom dia! 
Trabalho com soldagem a dez anos e a dois anos sou professor no SENAI em Santo Antônio da Platina (Paraná). Não me vejo em outra profissão se não for a soldagem. Sou apaixonado pela área. Gostaria de fazer parte da comunidade do Site da Soldagem, que é, com certeza, o espaço mais completo do setor de soldagem. Muito legal!
Aos poucos estou me inteirando de todos os assuntos disponíveis no Site da Soldagem."
Por: Adriel Oliveira (Santo Antônio da Platina - PR)

"Acompanho o Site da Soldagem quase que diariamente e digo que o espaço está de parabéns!"
Por: Adriana Souz (São Paulo - SP)

"Fiquei surpreso com as informações e a estrutura do Site. Voltarei com certeza a visitar o espaço. Estou fazendo curso de soldador e tenho certeza que vou aprender muito aqui (Site). Parabéns e obrigado!"
Por: Nilton Gonçalves

“Venho mais uma vez agradece pelo ótimo trabalho realizado pelo Site da Soldagem. Fiquei surpreso com a nova cara do Site. Ficou muito bom! O Site disponibiliza informações sobre os canais de conhecimentos na área da soldagem. Por exemplo, aqui próximo de mim tem o GETESOLDA da UFPA. Desde já agradeço pelo empenho da equipe do Site da Soldagem.”
Por: Haroldo Junior (Belém - PA)

"Prof. Barra, parabéns pelo site! É desse tipo de iniciativa que o Brasil precisa."
Por: Diulice Vitório (Salvador - BA)

"O Site é excelente e propicia aos profissionais e aos estudantes uma fonte segura e atualizada de conhecimentos envolvendo a área em questão. O crescimento do Site se dará de forma uniforme e dará oportunidade aos navegantes de estarem inseridos no meio em que pretendem atuar futuramente.
Por ter vertente acadêmica, o mesmo passará a ser referência, pois dará aos profissionais já atuantes um upgrade em sua atividade profissional.
Parabenizo pela criação do site".
Por: Vilmar Ferreira de Souza (Ultracargo.



Boas práticas

Inovação tecnológica: Projeto da UNIARP aperfeiçoa sistema de soldagem robotizada
Fonte: UNIARP
Postada em: 01/06/15


Pesquisadores da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), pertencentes ao curso de Engenharia de Controle e Automação, desenvolveram um projeto que aplica um sistema de visão em máquinas para geração de pontos de trajetória em processos de soldagem robotizados. O projeto, desenvolvido pelos alunos Alex Portella, Mayne Francieli Gonçalves e Phelipe Viscki e pelos professores Fabrício Páris e Julio Cesar Carvalho, confere maior autonomia ao robô em um processo de soldagem de chapas de aço, por meio da captura e processa imagens para reconhecer as bordas das chapas de uma junta a ser soldada.

Equipe de pesquisadores da UNIARP - Site da Soldagem

O professor Fabrício explica que o projeto visa aperfeiçoar o sistema de soldagem industrial já existente. Segundo ele os movimentos que um robô de soldagem executa dependem de um programa específico pré-concebido, demandando operadores treinados para realizar a programação específica da trajetória da junta a ser soldada. “Entretanto, este procedimento pode apresentar problemas inerentes à execução devido a vários fatores como o grande número de parâmetros variáveis, erro de gravação de pontos da trajetória, complexidade, demanda excessiva de tempo e outros”, comenta. Para o aluno Phelipe, o sistema de visão integrado a uma célula de soldagem robotizada, propicia flexibilização do processo quando da necessidade da realização de união de chapas cujas juntas variam de dimensão, posicionamento e orientação, viabilizando assim a implementação de robôs em processos de soldagem onde há necessidade de execução de tarefas não repetitivas.


Clique aqui para ler o restante da reportagem e conhecer outros projetos sociais relacionados a soldagem.



Notícias da área e afins

Formação de mão de obra: MDIC e SENAI assinam acordo internacional para capacitação de profissionais da indústria naval
Fonte: MDCI                                                         Imagem: Disponível internet
Postada em: 30/07/15

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) assinou com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e a Agência de Cooperação do Japão (JICA) um acordo para capacitação de profissionais para a indústria naval. O acordo, que faz parte da parceria para Cooperação na Indústria Naval entre o MDIC e o Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo (MLIT) do Japão, tem como objetivo promover o intercâmbio entre os dois países de profissionais e instrutores da cadeia de petróleo, gás, naval e offshore e compartilhar experiências na formulação e implementação de política industrial para o setor naval.

Formação de mão de obra para o setor naval contará com o suporte de instituições japonesas - Site da Soldagem

O acordo prevê a vinda de dois técnicos japoneses para o Brasil, responsáveis pela realização de um diagnóstico dos estaleiros nacionais – para apontar as principais necessidades e problemas encontrados –, e para trabalhar na análise dos cursos oferecidos atualmente pelo SENAI para a indústria naval. A parceria prevê também que o governo japonês forneça equipamentos e máquinas necessárias à melhoria das instalações das unidades regionais do SENAI. Serão oferecidos 40 cursos a 33 instrutores do SENAI, sendo 10 cursos para instrutores de Pernambuco; 12 para Bahia; 8 para o Rio de Janeiro e 10 para o Rio Grande do Sul. A expectativa é de que esses instrutores sejam capazes de replicar as informações e qualificar 4.000 profissionais brasileiros até setembro de 2018.
Clique aqui para ler o restante da reportagem!

Formação de mão de obra: A educação profissional auxilia na conquista do primeiro emprego
Fonte: Agência CNI de Notícias
Postada em: 24/07/15

A juventude é a fase da vida em que encontrar trabalho é mais difícil. A população entre 15 e 24 anos registra maiores índices de desocupação. De acordo com a Pesquisa Mensal de Empregos do IBGE, em maio de 2015, a taxa desocupação nessa faixa etária foi de 4,2%, enquanto a da população geral ficou em 2,8%. A situação se repete em outros países e preocupa entidades como a Unesco e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). A pesquisa Transições da escola para o mercado de trabalho de mulheres e homens jovens no Brasil, da OIT, avalia que os jovens brasileiros são trabalhadores e, em parte significativa deles, tem se esforçado para combinar trabalho e estudo. Essa avaliação se baseia em dados como o da Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (PNAD) 2013, que mostram que 65% dos brasileiros com idade entre 15 e 29 anos são economicamente ativos.

Segundo pesquisa da OIT, no Brasil, juventude tem poucas informações para definir que carreira seguir - Site da Soldagem

A pesquisa da OIT – que fez 3.288 entrevistas com jovens de 160 municípios brasileiros – sugere, entre seus resultados, que a juventude não tem sido preparada adequadamente para o mundo do trabalho. O fato de 41% dos jovens estarem trabalhando em ocupações para as quais eram excessivamente ou insuficientemente qualificados reforça a importância de melhorar a qualidade das políticas de educação e trabalho. “Para diminuir esse desajuste, seria necessário oferecer orientações e informações no ensino médio sobre a evolução das demandas ocupacionais do mercado de trabalho”, recomenda o estudo. Compreendida pela própria OIT como uma das saídas para melhorar esse cenário, a educação profissional forma estudantes com foco em uma profissão. Cada curso é desenhado a partir da complexidade de cada ocupação no mercado de trabalho, por conta disso sua duração varia de poucos meses a dois anos.

Clique aqui para ler o restante da reportagem!

Construção Naval 2015: SINAVAL divulgou que o setor conta com 279 contratos em andamento e 68.000 empregos gerados
Fonte: SINAVAL
Postada em: 18/07/15

Dados divulgado pelo SINAVAL (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparo Naval) mostram o cenário da Construção Naval (1º Semestre 2015). Os resultados apresentam um total de 68 mil empregos gerados nos estaleiros nas diversas regiões do país (junho de 2015), o que corresponde a uma queda de 14 mil empregos em relação a dezembro de 2014. É a primeira queda na geração de empregos desde o início deste ciclo de expansão da construção naval brasileira, tendo como referência o ano de 2000.

Cenário mostra queda na geração de empregos do setor - Site da Soldagem

A carteira de encomendas dos estaleiros soma 279 contratos de construção naval (quadro acima). O Plano de Negócios da Petrobras 2015-2019 provoca a redução geral da demanda. Os impactos mais fortes são a menor na demanda por plataformas (FPSO) de produção de petróleo. São sete cascos de plataformas em construção em estaleiros locais. Cinco contratos de construção de cascos foram transferidos para estaleiros da Ásia. São 10 contratos para construção e integração de módulos de produção aos cascos de FPSOs. Cinco novas plataformas estão previstas para licitação internacional até 2020.
Clique aqui para ler o restante da reportagem!

Clique aqui para ler as reportagens anteriores.
 InfoSite

Instituições de Ensino Superior brasileiras que oferecem Cursos de Pós-Graduação em Soldagem
Fonte: Site da Soldagem Imagem: Lead Comunicação
Última atualização: 26/01/14

O Site da Soldagem fez um levantamento das Instituições de Ensino que oferecem, nos seus Programas de Pós-Graduação (lato e/ou stricto sensu), linhas focadas para a área da soldagem. Veja a baixo a relação das Instituições e os Cursos "modalidades" oferecidos por cada programa.

Cursos de Pós-Graduação em Soldagem como diferenciais no mercado - Site da Soldagem

Instituição (Departamento que oferta) - Modalidades de Pós-Graduação ofertadas
UFSC (Departamento de Engenharia Mecânica) - Mestrado / Doutorado
UFMG (Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais / Departamento de Engenharia Mecânica) - Mestrado / Doutorado
UFPR (Departamento de Engenharia Mecânica) - Especialização / Mestrado / Doutorado
UNB (Departamento de Engenharia Mecânica) - Mestrado / Doutorado
UFU (Departamento de Engenharia Mecânica) - Especialização / Mestrado / Doutorado
UFPA (Departamento de Engenharia Mecânica) - Mestrado
UFC (Departamento Engenharia Metalúrgica e de Materiais) - Mestrado / Doutorado
Faculdade de Tecnologia SENAI CIMATEC (BA) - Especialização / Mestrado
Faculdade de Tecnologia SENAI Nadir Dias de Figueiredo - Especialização
UFRGS (Departamento de Engenhria de Minas, Metalúrgica e de Materiais) - Mestrado / Doutorado
UFCG - PB (Departamento de Engenharia Mecânica) - Mestrado
UFRN (Departamento de Engenharia de Materiais - PPGCEM) - Mestrado / Doutorado
Universidade Federal Fluminense (UFF) - Especialização
PUC/RJ (Departamento de Ciência dos Materiais e Metalurgia) - Especialização / Mestrado / Doutorado
USP (Escola Politécnica) - Especialização / Mestrado / Doutorado
UNITAU - Especialização
UNIMEP - Especialização
UNILESTE (MG) - Especialização
Instituto SENAI de Educação Superior (RJ) - Especialização
Instituto Mauá de Tecnologia (SP) - Especialização
UPE (Escola Politécnica) - Especialização
Faculdade do Centro Leste (UCL) - Especialização
Universidade Católica de Petrópolis (UCP) - Especialização
Instituto Superior Tupy (IST) - Especialização
Faculdade de Engenharia de Bauru (UNESP) - Mestrado
Fundação Santo André (FSA) - Especialização

Caso a sua Instituição de Ensino não conste na relação, favor encaminhar um e-mail para o Site da Soldagem para que possamos atualizar a relação.

Observação: Para os Cursos de Especialização, não há obrigatoriedade da oferta na forma de "fluxo contínuo".

Clique aqui para ver as notícias anteriores.


Conceito básico

Soldabilidade e Carbono Equivalente (Ceq)
Fonte: Sérgio R. Barra (Site da Soldagem)             
Imagem: Adaptada de Alexandrov et al. (2005) e ISO 17642-2:2003
Postada em: 06/12/13

Soldabilidade é a capacidade de um material ser unido/revestido/recuperado (fabricado), empregando um determinado processo de soldagem, obtendo uma estrutura final que irá desenvolver satisfatoriamente as condições desejadas em projeto (relação adequada entre defeitos x solicitações em serviço x alterações das propriedades).

Determinação da soldabilidade de uma liga ferrosa a partir do uso do teste de auto-restrição "Tekken" - Site da Soldagem

Carbono equivalente (Ceq) é um conceito numérico empírico adotado para avaliar, nos aços e nos ferros fundidos, o potencial efeito deletério...
Clique aqui para ler o conceito completo!

Clique aqui para ver o glossário de conceitos básicos.


Vagas e oportunidades

Soldador Mecânico I

Local: Piracicaba (SP)
Número de vagas: 01
Recrutante: Klabin
Requisitos / características:
- Interpretar desenhos e/ou avaliar as condições da peça;
- Executar serviços de corte e aquecimento em componentes metálicos;
- Executar serviços de soldagem em equipamentos;
- Avaliar a qualidade da solda aplicando métodos de controle e inspeção como análise EV e LP;
- Contribuir para o planejamento das atividades de manutenção.
Clique aqui para obter outras informações sobre a vaga!

Líder de Produção -  Soldagem

Local: Guarulhos (SP)
Número de vagas: 01
Recrutante: Veja Empregos
Requisitos / características:
- Experiência com os processos de soldagem MIG/MAG e TIG;
- Cursando nível superior na área de tecnologia ou engenharia.
Clique aqui para obter outras informações sobre a vaga!

Operador Líder de Carroceria - Estruturação e Soldagem

Local: Araquari (SC)
Número de vagas: Não informado
Recrutante: BMW
Requisitos / características:
- Atuar como Operador Líder no processo de soldagem de subconjuntos e estruturas da carroceria;
- Responsável por avaliar a carroceria montada, analisar os defeitos de solda a resistência / MAG / Laser / Stud Bolt e suportar os ajustes de dispositivos, participando também do processo de ação corretiva;
- Possuir Ensino Médio Completo;
- Ter sólida experiência em processo de soldagem a resistência / MAG / Laser / Stud Bolt, montagem e estruturação de carroceria;
- Amplo conhecimento em processos de soldagem e inspeção de solda.

Clique aqui para obter outras informações sobre a vaga!

Clique aqui para ver todas as vagas e oportunidades vinculadas no Site da Soldagem.


Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SMS) na soldagem

Ambiente de trabalho: Insalubridade e Periculosidade
Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Postada em: 08/07/14

Segundo o MTE, o adicional de insalubridade é devido para trabalhadores expostos a agentes nocivos à saúde. Este adicional é calculado em 10% (grau mínimo), 20% (grau médio) e 40% (grau máximo) sobre o salário mínimo. Para detalhamento, as atividades estão previstas na NR 15 do MTE: http://bit.ly/1qOwU5W

Diferença entre periculosidade e insalubridade - Site da Soldagem

Já o adicional de periculosidade é direito daqueles trabalhadores que exercem atividades perigosas. O adicional é de 30% sobre o salário. Para detalhamento, as atividades estão previstas na NR 16 do MTE: http://bit.ly/1j8Wa4n

Clique aqui para ver a reportagem completa!

Clique aqui para ver o restante da reportagem e/ou outras informações sobre SMS.

Pesquisa rápida

Clique aqui para fazer uma busca no Site da Soldagem

Clique na imagem acima para acessar a ferramenta de busca do Site da Soldagem.


Site da Soldagem nas redes

Clique aqui para acessar o Twitter do Site da Soldagem!  Clique aqui para acessar o Facebook do Site da Soldagem! Clique aqui para acessar o Canal do Site da Soldagem no Youtube! Clique aqui para acessar o LinkedIn do Site da Soldagem!


Parceiros institucionais

Associação Brasileira de Soldagem - Site da SoldagemInstituto Argentino de Siderurgia - Site da Soldagem

Site da Logística - Site da Soldagem
TecnoPeG - Site da Soldagem


Newsletter do Site da Soldagem

Cadastre aqui o seu e-mail para receber as novidades da área da soldagem!

Favor digitar o seu e-mail na caixa abaixo!

Delivered by Site da Soldagem


Eventos apoiados pelo
Site da Soldagem em 2015

Encontro de São Paulo 2015 - Rede PDIMat




Vídeos

O Site da Soldagem faz uma busca periódica sobre vídeos relacionados com a área da soldagem. Caso você tenha interesse em indicar um vídeo para vinculação neste espaço, é só encaminhar um e-mail, contendo as informações básicas do vídeo, para:

faleconosco@sitedasoldagem.com.br

Título: Detecção de defeitos em depósito soldado via shadowgrafia (Detect welding defects in real time)

Fonte: MeltTools.com
Data da criação (original): 2012
Idioma / legenda: Inglês
Duração: 2 minutos e 17 segundos
Informação: O vídeo apresenta uma compilação de alguns defeitos gerados na região do depósito (soldagem MIG/MAG) e possíveis de mapeamento, em tempo real, via filmagem em alta velocidade (Shadowgrafia). As imagens mostram a formação de mordedura, falta de fusão, porosidade, desalinhamento do cordão, perfuração (burn through), outros.


Clique
aqui para  ver a relação completa dos vídeos indicados pelo Site da Soldagem.

Apoio

Em construção - Site da Soldagem



Universidades, centros de pesquisa e associações relacionadas com a área de soldagem

Caso a sua Instituição ainda não faça parte da nossa relação e tenha o interesse em constar na lista, encaminhe um e-mail com os dados da Instituição para o endereço:
faleconosco@sitedasoldagem.com.br


Leituras recomendadas

Clique na opção desejada para acessar os arquivos/websites.

Leitura em destaque!
Fracture and Fatigue of Welded Joints and Structures

a) Revistas da área
Boletin Soldar Conarco
Carrers in Welding
Soldagem & Inspeção
Revista Corte & Conformação de Metais
FBTS em Revista
Revista da Soldagem
Revista Pipeline & Gas Journal
Revista Solução
Insight – Non-Destructive Testing and Condition Monitoring
Revista Svetsaren
Welding Innovation
Canadian Welding Association Journal
Fronius Weld+Vision
Welding Journal
Welding in the World
The Paton Welding Journal
Science and Technology of Welding and Joining
Connect: The Magazine of TWI
Revista Tratamento de Superfície
MetalsOutlook™: Newsletter
DVS-Magazin
Revista Latinoamericana de Metalurgia y Materiales
Revista de Metalurgia
Science and Technology of Welding and Joining
Welding International
Journal of Thermal Spray Technology
Surface Engineering
International Journal of Adhesion and Adhesives
Welding and Cutting
International Journal of Pressure Vessels and Piping
Welding World Magazine
Gasworld Magazine
Quarterly Journal of Japan Welding Society
The Fabricator
Revista Inovação
Revista Pulso (Indura)
Revista Metal Actual
Journal of Manufacturing Processes
Underwater Technology
SUDURA (WELDING) Journal
Revista Proteção
Revista Soldadura y tecnologías de unión
Magazine Gases for Life
Wear

b) Teses, Dissertações e Monografias
Teses
Dissertações
Monografias
Trabalhos de Final de Curso

c) Livros
Clique aqui par ver a relação de livros recomendados pelo Site da Soldagem.

d) Artigos independentes
Veja a relação

e) Outros
Veja a relação


Últimas notícias



Voltar para o topo da página ¦ Voltar para a página inicial

Copyright© 2009-2015 Site da Soldagem - Todos os direitos reservados
Uma visão técnico-científica da área de soldagem
Clique na imagem abaixo para entrar em contato com o Fale Conosco do Site da Soldagem.
Fale Conosco!